Vinhos Tannat

Vinhos Tannat

A mais cultuada cepa em um único país, a Tannat recebeu sua fama atráves de sua potência e exelencia através de solos uruguaios. Saiba tudo aqui!

Origem

Rica em taninos, esta cepa é a original componente de diversos vinhos dos Pirineus, na França.

É uma das cepas mais aptas ao envelhecimento, tornando um Tannat ideal para ser um vinho de guarda. A sua natureza pode conferir mais longevidade aos vinhos.

Complexos, Potentes e Generosos

Ao se falar de um Tannat, podemos dizer que eles apresentam caráter mais afirmado e forte personalidade, com a textura suave construída sobre uma matéria rica em álcool e em taninos, que exigirá um pouco de tempo para se desmanchar. Mais frequentemente amadurecidos em barris, mostram aromas mais complexos, com notas amadeiradas, até mesmo condimentadas, associadas às de frutos negros muito maduros. Na degustação se exala uma impressão de potência. Oferecem um final complexo e de boa persistência.

Harmonizações

Geralmente os Tannat atraem pratos ricos em sabores e em gordura: cassoulet, pratos de carne bovina ao molho tinto, carnes vermelhas grelhadas ou assadas, caças e queijos fortes.
 

O Tannat Uruguaio

Aqui na América do Sul, a Tannat se está localizada no Uruguai entre os paralelos 30 e 35 sul, latitude considerada ideal para o plantio de vinhas, a mesma dos vinhedos argentinos, chilenos, sul-africanos e neozelandeses.
A Tannat uruguaia tem sua história iniciada em 1870, em que o imigrante francês Don Pascual Harriage plantou as primeiras parreiras. Só 200 anos mais tarde, porém, a produção comercial ganhou impulso, fase em que os imigrantes bascos iniciaram o cultivo constante dessa uva. O sucesso foi tanto que a Tannat tornou-se símbolo das vinícolas do país e hoje ocupa um terço de toda a área plantada do país. No total são cerca de 400 vinícolas, sendo que cerca de trinta delas têm expressão internacional. Muitas são as variedades cultivadas no Uruguai. As tintas representam 72% da área cultivada.

Conhecida no país como Harriague, referência a Don Pascual, a Tannat apresenta um estilo diverso do francês, devido às diferenças clonais e de terroir, ofercendo vinhos finos e com frescor. No geral, o vinho de Tannat de nossos vizinhos é menos agressivo e mais frutado que o francês, mantendo as características de cor escura, com taninos marcados, teor alcoólico médio e afinidade com carvalho. Para moderar sua adstringência, ela costuma ser cortada no Uruguai com a Merlot ou com a Cabernet Sauvignon para dar maior estrutura ao líquido.

Apresentamos os vinhos que tem a cara (e os sabores) do Uruguai!

 

Vinho TintoTacuabe Reserva Tannat - Cabernet Franc 2009

Esse Tannat é produzido por métodos biodinâmicos, toque de frutas vermelhas e baunilha. Apresenta taninos finos e boa acidez. Está em seu potencial!

 

Haciendas del Uruguay Tannat 2013
Esse reserva é elaborada somente com as melhores uvas do vinhedo, 50% do vinho estagiou por 6 meses em barril novo de carvalho americano. Um cuidado com o vinho que remete aos primeiros vinhedos uruguaios!

Saiba mais sobre os vinhos uruguaios e fique por dentro da nossa importadora de vinhos que mais conhece o que a bebida traz de bom!