Dicas de conservação do vinho

Dicas de conservação do vinho

Todo apreciador se pergunta, um dia ou outro, sobre a conservação do vinho que tem sua adega em locais como porão de casa, garagem, por exemplo. As respostas quase realçam o bom senso e a intuição, mas esses conselhos poderão ajudar você a tomar uma boa decisão. Boa leitura!

Quanto tempo eu devo esperar para beber um vinho que sofreu um dia de transporte?

De maneira geral, o vinho em garrafa não curte ser sacudido. Após uma viagem, o repouso é bem aconselhável. Para um vinho jovem, branco ou tinto, três ou quatro dias, em geral são suficientes. Quando se trata de um vinho com mais de cinco anos, sobretudo tinto, será útil guardar de oito a dez dias. Mas para um grande vinho de mais de 10 anos, recomenda-se um repouso completo de, ao menos, duas semanas.

Minha adega foi inundada. O vinho é recuperável?

Em princípio, sim. A cápsula e a rolha são proteções suficientes para que as garrafas que ficaram algum tempo sob a água, não sejam alteradas. Em compensação, você está arriscado a perder os rótulos. Se isso acontecer, tome o cuidado de arrumar as garrafas para poder identificar aquelas que perderam sua “carteira de identidade”. Cuidado com caixas de madeira, compensado e MDF: devido ao mofo acumulado nesses materiais, será necessário se livrar do recipiente, que oferecerá mau gosto ao vinho.

Como cuidar do rótulo?

Um rótulo mofado e indecifrável pode parecer muito romântico com ares de relíquia, mas tende a impedir a identificação do vinho. A melhor solução para proteger os rótulos consiste em envolver parcialmente as garrafas em papel-filme. Este protegerá os rótulos de umidade por algum tempo, mas será necessário substituí-lo após dois ou três anos.

Aproveitando esses conselhos, suas garrafas vão manter por muito mais tempo a qualidade e o padrão para ser consumido a todo gosto. Não deixe de acompanhar a próxima parte do nosso artigo que sairá em breve!